AdSense

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Viagem de trem de Curitiba a Paranaguá

Passeio de Litorina Até paranaguá



Este é um passeio regular, ou seja, você passará o dia com outros turistas, em um grupo pequeno, numa van ou micro-ônibus. Trem na categoria executiva, com guia local em português/inglês à bordo.Aproveite a paisagem da Mata Atlântica, túneis, pontes e quedas d´água. Lanche e refrigerante/cerveja/água à bordo (incluídos). O trajeto dura aprox. 4 horas em um trem dos anos 60.

Chegando em Morretes, tempo para visitar a pitoresca cidadezinha à beira do Rio Nhundiaquara. Almoço típico da região litorânea do Paraná (barreado - carne cozida, peixe, camarões e acompanhamentos). Visita à Antonina e retorno à Curitiba pela Estrada da Graciosa.

O passeio está disponível aos sábados, domingos, alta temporada e diariamente a partir de 10 pessoas.

A categoria executiva tem poltronas mais confortáveis, guia em português/inglês e cerveja à bordo.



O trecho que une a capital do Paraná ao litoral atravessa a Serra do Mar e a obra foi iniciada em 1880, sendo na época um grande desafio para os engenheiros. O trajeto começa em Curitiba há 934 m acima do nível do mar e atravessa a maior porção de preservação contínua de Mata Atlântica do Brasil. É considerada um dos cinco mais ricos biomas do mundo. A distância até Morretes é de aprox. 70 km e o trajeto dura entre 3:30 a 4:00 horas. O percurso contempla pontes, túneis, rios, cascatas, canyons e é feito em um trem dos anos 60. 




A Serra do Mar faz parte da cadeia montanhosa que começa no Espírito Santo e termina em Santa Catarina. Antes da chegada dos colonizadores portugueses, esta área era totalmente coberta por Floresta Atlântica, da qual resta hoje aprox. 8% em todo o país. Ainda é a floresta tropical úmida mais rica do mundo, abrigando 7% das espécies de fauna da Terra e em torno de 25% de toda a fauna brasileira.

O Paraná tem uma área respeitável de Floresta Atlânticaremanescente, com 12 mil quilômetros quadrados, cobrindo a Serra do Mar e a planície litorânea. É uma formação exuberante e densa, dotada de rara beleza cênica e rica em fauna e flora.






Vale a pena conhecer e fazer este passeio!!! São lugares muito bonitos e ainda preservados. 
Prefira a Litorina que oferece mais comodidade, apesar de o trem tradicional ser uma aventura diferenciada, por não haver muito conforto.

Decida o que mais te agrada!!!


Fonte: Curitiba travel. com